Início Sobre Leituras

05/11/17

O Grande Gatsby - F. Scott Fitzgerald


O Grande Gatsby é uma história sobre um corretor da bolsa chamado Nick, o narrador, e um milionário chamado Gatsby, que teve um romance juvenil com Daisy, prima de Nick, casada com um idiota arrogante, racista e machista chamado Tom.

Não sei o que dizer sobre este livro a não ser que todas as personagens são idiotas exceto Nick e Gatsby. Até os figurantes são idiotas (quem leu o livro até ao fim entende).

Por outras palavras, não é um livro aborrecido de se ler, mas também não é um livro agradável de se ler. Eu tive vontade de entrar dentro do livro e dar um abraço ao Gatsby o tempo todo. Não tolero, não aguento e não vou viver com o final. Não porque é um final triste (se eu recebi esse spoiler no prefácio vocês também vão e, mesmo assim, estou a ser boazinha, porque eu soube mais), mas porque pareceu forçado. Não sei se é porque o livro é pequeno ou por outra razão qualquer, mas o final foi demasiado ilógico, parece que foi feito à pressa, deitaram para ali uma desgraça e está feito, final triste, do nada.

Vocês sabem que eu não tenho nada contra finais tristes, nem tenho nada contra finais felizes, mas tenho, certamente, algo contra finais não realistas.

 - Ah! Mas, Beatriz, é um livro, é ficção! Não precisa de ser real!

Quando eu quero dizer "realista" quero dizer "com alguma lógica". Claro, a história passa-se por volta dos anos 20, era outra época, eu entendo, isso não me vai fazer gostar mais de Tom nem vai fazer o final mais lógico! Achei apressado, ponto.

Concluindo, depois de ter visto algumas reviews, percebi que O Grande Gatsby é um livro que se ama ou que se odeia, mas como eu sou do contra (não propositadamente, mas sou) vou dizer que não gostei mas também não deixei de gostar. O livro foi bom no geral, aprendi várias coisas sobre a vida na América dos anos 20, mas o final tirou uma estrela à minha classificação, o que significa que...

Classificação: ★★★☆☆


A maioria das reviews no Goodreads eram, ou muito boas, ou muito más, e pelo meio, raramente, se pode ver uma "média" como a minha. Não é assim tão bom como promete, mas não deixa de ser uma leitura interessante e acho que valeu muito a pena!

Aparentemente isto é leitura obrigatória nas escolas dos EUA, já alguma vez leram? Estão a pensar ler? Já ouvir falar deste clássico da literatura Americana? Digam nos comentários!

Sem comentários:

Enviar um comentário